Acidente aéreo mata 4 jogadores e o presidente do Palmas

Um acidente aéreo matou hoje (24) o presidente do Palmas Futebol e Regatas, Lucas Meira, de 32 anos, e mais 4 jogadores do time: Lucas Praxedes, 23, Guilherme Noé, 28, Ranule, 27, e Marcus Molinari, 23. O comandante da aeronave, identificado até o momento apenas como “Wagner”, também morreu na tragédia. A queda do avião ocorreu em Luzimangues, distrito do município de Porto Nacional, no Tocantins.

O grupo seguia para Goiânia, onde o Palmas tinha partida marcada para esta segunda-feira (25) contra o Vila Nova, pela Copa Verde. A CBF adiou o confronto em função da tragédia e divulgou uma nota se solidarizando com familiares das vítimas.

Segundo relatos de moradores próximos à região, o acidente fatal ocorreu por volta das 8h15, logo após a aeronave decolar, ainda próximo da cabeceira da pista da Associação Tocantinense de Aviação O avião pegou fogo tão logo tocou o chão e ficou completamente destruído, vitimando os seis integrantes do voo imediatamente.

Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e membros do Instituto Médico Legal (IML) realizam trabalhos e prestam apoio no local.

A aeronave pertencia à família de Lucas Meira. Seu pai, Adair, é fundador do Sistema Sagres de Comunicação. O restante do grupo tinha embarque marcado para as 18h deste domingo. O clube informou que os quatro decolaram rumo à Goiânia com o presidente mais cedo em função de uma limitação do voo de mais tarde, uma vez que a CBF só disponibiliza 23 bilhetes aéreos para a delegação de cada clube. Com um efetivo de elenco e comissão técnica maior, o Palmas “dividiu” a equipe.

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *