Idoso de 79 anos morre no Hospital Regional de Dianópolis por falta de assistência médica

Nesta quarta-feira (2/9) os servidores do Hospital Regional de Dianópolis, sudeste do estado, denunciaram que a unidade ainda continua sem médicos e que os pacientes continuam sem assistência médica. Um idoso, de 79 anos, deu entrada na unidade em estado já debilitado, morreu horas depois. A médica plantonista não compareceu.

O paciente é Dário Araújo, de 79 anos. Servidores disseram ter acionado o diretor técnico da unidade, que foi até o local, mas o paciente não resistiu.

“Deu entrada um senhor de 79 anos com problemas renais, dispneia, com várias comorbidades. Esse paciente ficou sem atendimento médico, sem assistência médica, das 7h da manhã às 11h45, que foi quando o diretor clínico foi chamado. Na verdade, ele foi chamado pela manhã e só veio chegar aqui 11h45, só que quando ele chegou na unidade, esse paciente tinha sofrido uma parada cardíaca e ido a óbito”, relatou uma servidora que preferiu não se identificar.Nesta terça-feira (1º), a unidade disse que havia regularizado o problema, mas servidores afirmam que a situação continua. A Secretaria Estadual de Saúde confirmou a morte do paciente e admitiu que a médica escalada não compareceu por motivos externos, mas a nota não explica quais. A secretaria nega desassistência e que o médico do plantão da noite continuou no atendimento.

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *