Governo do Tocantins promove colheita de milho por meio da mão de obra de reeducandos da CPP de Palmas

Com foco na remição da pena pelo trabalho, prevista na Lei de Execução Penal (LEP) e na reintegração social, a Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça por meio de sua Gerência de Reintegração Social, Trabalho e Renda ao Preso e Egresso, em parceria com a Casa Civil do Estado, viabilizou a reeducandos da Casa de Prisão Provisória (CPP) de Palmas a colheita de milho no Museu Histórico do Tocantins, o Palacinho. A ação do Governo do Estado ocorreu na manhã desta quarta-feira, dia primeiro.

O milho colhido pelos custodiados da unidade penal da capital será destinado ao replantio no Centro de Reeducação Social Luz do Amanhã (CRSLA), em Cariri do Tocantins, para a produção de ração para os animais da unidade na suinocultura e piscicultura desenvolvidas dentro do estabelecimento penal.

De acordo com o Agente de Execução Penal, Eliézer Pereira Barbosa, a ação ocorreu de forma segura e propiciará aos reeducandos mais que a remissão da pena. “A atividade seguiu todos os protocolos de segurança do Sispen/TO. Nós trouxemos três pessoas privadas de liberdade que terão, além da remissão de suas penas, o pagamento pelos serviços prestados”, explicou.

O gerente de Reintegração Social, Trabalho e Renda ao Preso e Egresso, Leandro Bezerra Sousa, adiantou que o trabalho durante a gestão tem se pautado em ações que envolvam a parcerias entre outras Pastas. “Essa colheita foi possível por meio do apoio da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (SEAGRO), e da Secretaria Executiva da Governadoria que oportunizou o ato. Estamos satisfeitos com o apoio”, finalizou.

O reeducando da (CPP) de Palmas, J.C.S., que participou da colheita, ficou satisfeito com a oportunidade. “É interessante ver que nosso trabalho pode retornar ao Estado, nossa mão de obra ajuda e temos também a nossa remissão, que é um tempo perdoado na nossa pena, nós agradecemos”, concluiu.

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *