Servidores da Saúde de Almas TO vestem sacos plásticos para atenderem suspeito de Covid-19

Caso foi passado à secretaria da Saúde do estado do Tocantins que está averiguando o caso junto ao prefeito municipal.

Denúncia de que os servidores da Saúde do município de Almas, no Sudeste do Tocantins, tiveram que sair a campo na tarde deste domingo, 22/03, para dar socorro a uma pessoa suspeita de estar infectado pelo coronavírus, foi repassada à Secretaria Estadual da Saúde do Tocantins que ficou de verificar o fato junto a prefeitura municipal.

Não conseguimos contato com o prefeito municipal, Wagner Nepomuceno Carvalho e nem com o secretário municipal de saúde, Jurimar José Trindade.

Segundo informações os servidores municipais da saúde com mais de 60 anos não receberam dispensa dos trabalhos por parte da prefeitura.

De acordo com o secretário executivo da Secretaria da Saúde do estado, Quesede Ayres Henrique Campos, o procedimento correto é encaminhar o caso ao Hospita Regional de Dianópolis e que o estado forneceu ao município os equipamentos necessários e estaria ligando para o prefeito municipal, Wagner Nepomuceno Carvalho, e nos retornaria com explicações com relação ao fato.

Ainda na noite deste domingo, por volta das 22 horas, o Secretário da Saúde do município de Almas, Jurimar José Trindade, entrou em contato com o Portal dando a versão do município para o ocorrido.

Segundo o secretário, o município, com menos de dez mil habitantes, não tem um Hospital Municipal, mas sim, três unidades básicas de saúde e que com o advento do coronavírus uma das unidades passou a dar atendimento 24 horas.

Quanto ao caso ocorrido neste domingo, Jurimar disse que não havia necessidade dos profissionais da saúde do município fazer uso de sacos plásticos e que os fizeram por se assustarem com a situação devido o comportamento da paciente.

O Hospital Regional de Dianópolis rejeitou a paciente,  que foi encaminhada para o Hospital Regional de Porto Nacional. A possibilidade de contaminação pelo coronavírus foi descartada e a paciente já retorna de ambulância para a cidade de Almas.

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *