Governador Carlesse apresenta ao Banco do Brasil proposta para pavimentação de rodovia do Jalapão

Na oportunidade o Superintendente Regional de Governo do Banco do Brasil, José Aparecido de Oliveira, confirmou a parceria com projeto Pátria Amada Mirim e a liberação de um aporte por meio da Fundação Banco do Brasil.

Na manhã desta quarta-feira, 08, o governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, se reuniu no Palácio Araguaia com o Superintendente Regional de Governo do Banco do Brasil, José Aparecido de Oliveira, para discutir a viabilidade de um empréstimo de R$ 150 milhões para conclusão da pavimentação asfáltica que dá acesso ao Jalapão. Na oportunidade foi firmada uma parceria com a Fundação Banco do Brasil para o projeto social do governo Pátria Amada Mirim (PAM), lançada em outubro de 2019.

O governador Mauro Carlesse afirmou que o Estado conseguiu, por meio da Reforma Administrativa, regularizar as dívidas e restaurar a credibilidade financeira com o Banco do Brasil, e assim abrir novos caminhos para o Tocantins.

“Sabemos que o Estado não pode ficar esperando, por isso conseguimos readequar a máquina pública e podemos contar com a disponibilidade dos agentes financeiros para a análise positiva das nossas propostas. Hoje, apresentamos uma prévia das nossas intenções de empréstimo que será formalizada por meio de uma carta consulta enviada até semana que vem ao responsável, seguindo todos os trâmites necessários para esse tipo de operação”, enfatizou o governador Mauro Carlesse.

Após uma análise do Banco do Brasil, o pedido de empréstimo do Governo do Estado deverá passar pela aprovação da Assembléia Legislativa para tramitar com os processos legais de liberação da verba.

O superintendente do Banco do Brasil, José Aparecido de Oliveira, destaca o compromisso do Governo do Estado e a positividade dessa ação na aceitação de um empréstimo. “O Governo do Estado do Tocantins se comprometeu com o Banco do Brasil e honra com todos os seus compromissos. É um parceiro de grande valor em que o banco, inicialmente não vê impedimento para a liberação de um empréstimo ou mesmo um investimento em seus projetos sociais”, ressaltou o superintendente.

Em relação ao projeto Pátria Amada Mirim, o superintendente confirmou a contribuição da Fundação Banco do Brasil, onde garantiu que o presidente já estava de posse de todas as informações do programa para análise e liberação do aporte financeiro.

Na reunião ainda estiveram presentes o gerente-geral da agência Tocantins, Ricardo Nunes e o gerente de relacionamento João Marcos Ferreira, além do Secretário de Estado da Fazenda e Planejamento, Sandro Henrique Armando e o secretário executivo do planejamento e orçamento, Sergislei Silva e Moura.

Pátria Amada Mirim

O programa Pátria Amada Mirim foi lançado pelo Governo do Tocantins em outubro de 2019 e é desenvolvido intersetorialmente entre as secretarias de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), e da Educação, Juventude e Esportes (Seduc); e com as parcerias do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), do Corpo de Bombeiros da Polícia Militar (CBPM) e da Polícia Militar do Tocantins.

O objetivo da iniciativa é capacitar crianças e adolescentes da rede pública de ensino para os desafios da sustentabilidade e promover a formação consciente e cidadã por meio da educação ambiental.

Com informações da SecomTO.

Por Melânia Kássia\

Foto: Frederick Borges.

Comentários

comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *