Técnico do Capital valoriza vaga na final e diz: ‘O que acontece antes é importante’

O Capital herdou na última segunda-feira (2) a vaga do Araguacema, que perdeu seis pontos no TJD-TO, após escalar o meia Taniel Gomes de forma irregular – o atleta havia sido expulso e pegou dois jogos, cumpriu um e atuou no outro. O Araguacema chegou a informar que não havia sido notificado do gancho de dois jogos. Com isso, após o julgamento o Capital herdou a vaga e pulou de terceiro para segundo lugar na classificação – garantiu o acesso e uma vaga na final.

O técnico do Capital, Ricardo Pagni, disse que a organização do clube colaborou para o desempenho na tabela e por assumir a vaga deixada pelo Araguacema.

– No Futebol não se ganha só dentro de campo. Quando a bola está rolando é mais simples. O que acontece antes é muito importante, que está com a inscrição em dia, a legalidade do clube em dia, treinamento em dia e toda documentação em dia para depois a vitória em campo acabar valendo uma classificação ou qualquer outro feito.

– Passar para final, nós temos todos esses méritos. A gente sempre encarou a competição com seriedade, e todo jogo como uma final – afirmou o técnico.

Com a punição, o Araguacema vai decidir a vaga de terceiro acesso contra o Arsenal. O Capital busca o título contra o NC/Miranorte em dois jogos, o primeiro será neste domingo (8), às 16h, no estádio Nilton Santos, em Palmas.

Ricardo Pagani informou que o time vem completo para o duelo deste domingo. Provável Capital: Amaral; Modesto, Mikael, Cris e Marcelim; Gabriel, Ederson, Renan e Patrick; Nikson e Tozin.

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *