Dianópolis – Colação de grau de ex-alunos da FADES é marcada

A Prefeitura de Dianópolis deu mais um importante passo na conclusão da situação envolvendo os ex-alunos da Faculdade para o Desenvolvimento do Sudeste do Tocantins (FADES). Em audiência de conciliação na sede do Ministério Público Federal (MPF), realizada na última sexta-feira, em Gurupi, o prefeito Padre Gleibson Moreira, assinou acordo, que foi homologado, marcando data para a realização da colação de grau de 102 alunos.

A audiência presidida pelo juiz federal, Eduardo de Assis Ribeiro Filho, contou com participação do prefeito, do procurador federal, Humberto de Aguiar Júnior, do procurador estadual, Kledson de Moura Lima, e os acadêmicos, Gracyelle Bezerra Sirtoli, Marcelo de Melo Fernandes, Cleverson de França Cardoso e Gisélia Rodrigues Dias, como representantes dos ex-alunos da extinta FADES.

O acordo assinado pelas partes, determinou a data de colação de grau para os ex-alunos em 12 de abril de 2019, devendo a Unitins realizar o cadastramento dos ex-alunos da FADES, que já estão graduados e com grau colado pela extinta Instituição, até 15 de março de 2019.

Desde que assumiu a gestão do município, uma das demandas do prefeito foi buscar resolver a situação dos ex-alunos da extinta FADES, colocando-se à disposição para concluir o problema que já se arrastava há anos. “Quando chegamos na gestão, buscamos todos os meios para resolver essa problemática. Hoje, depois de muita luta, em parceria com a Unitins, temos a felicidade de informar aos estudantes a data da colação de grau, que será em abril. A conquista é dos alunos, que não desistiram do sonho. Não foram medidos esforços para que hoje estivéssemos anunciando essa conquista”, disse o prefeito.

Todo o processo caminhou em conjunto com poder público, Unitins e ex-alunos da FADES, com acordos que buscaram resolver a situação, até então sem solução. Na oportunidade, o prefeito agradeceu o empenho da Unitins junto ao processo. “Desde o princípio, quando fomos buscar meios para resolver essa situação, quando batemos na porta da Unitins, a Instituição prontamente colocou-se à disposição para nos auxiliar na resolução da problemática. Nossa gratidão a Instituição, ao professor Augusto Rezende, reitor da Unitins e destacar também o importante papel da comissão dos alunos, que lutaram com a gente para que esse objetivo fosse conquistado”, destacou.

Por Ceila Menezes de Dianópolis

Foto divulgação

Comentários

comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *