12º dia de ataques no Ceará: Ponte na BR-116 e Juizado Criminal são atacados

Facções criminosas voltaram a cometer ataques no Ceará durante a madrugada deste domingo (13). Uma ponte na BR-116, que passa sobre o Rio Choró, no município de Chorozinho, região metropolitana de Fortaleza, foi atacada com explosivos e posteriormente interditada.

A Polícia Rodoviária Federal não informa sobre a dimensão do dano. No interior e na capital, veículos também foram incendiados.

Também nesta madrugada, carros particulares em Umirim, no interior do Ceará, e em Fortaleza, foram incendiados. Além destes casos, um explosivo foi detonado em frente ao Juizado Especial Criminal de Fortaleza.

Neste domingo, o Estado do Ceará completa 12 dias seguidos de violênciaA onda de ataques teve início no dia 02 de janeiro, após a posse do novo secretário de Administração Penitenciária, Luís Mauro Albuquerque.

Ao tomar posse, ele fez duras declarações contra o crime organizado no estado. Disse que não reconheceria a atuação das facções criminosas e que acabaria com a separação desses grupos por presídios no Estado.

Pacote de medidas

Neste sábado (12), deputados estaduais aprovaram um pacote de medidas com o objetivo de combater a onda de ataques. Uma delas é a Lei da Recompensa, que pagará em dinheiro quem denunciar os autores dos crimes.

As outras medidas são: retiradas das tomadas em celas de presídios; aumento de 48 para 84 o máximo de horas extras que policiais civis, militares e bombeiros podem fazer por mês; convocação de policiais da reserva para atuar nas ruas; criação de banco de informações sobre veículos destruídos; restrição de pessoas no entorno de presídios para evitar fugas; criação do Fundo de Segurança Pública (terá reserva para investir na prevenção de crimes e pagar beneficiados da Lei da Recompensa), e a regularização de tropas de policiais militares cedidas por outros Estados.

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *