Atirador de Estrasburgo é morto pela polícia

Nascido em Estrasburgo, ele já havia sido condenado 27 vezes na França, na Alemanha e na Suíça, sobretudo por crimes ligados ao patrimônio

Cherif Chekatt, suspeito de ser o atirador que matou três pessoas e feriu outras 12 em Estrasburgo (França) na terça (11), foi morto na noite desta quinta-feira (13) pela polícia, em um depósito no bairro onde havia sido visto pela última vez.

Chekatt, 29, era procurado havia quase 48 horas, desde que entrou com uma arma e uma faca no perímetro em que é realizado um tradicional mercado de Natal e atacou dezenas de pessoas, antes de trocar tiros com policiais em dois momentos de sua fuga.

Nascido em Estrasburgo, ele já havia sido condenado 27 vezes na França, na Alemanha e na Suíça, sobretudo por crimes ligados ao patrimônio. Estava livre desde 2017.

Na terça, policiais haviam vasculhado a casa de Chekatt como parte de uma busca ligada a um assalto. Ele não estava lá. Os agentes encontraram uma granada, rifle, facas e munição.

Chekatt era monitorado desde 2016 por indícios de radicalização religiosa. Segundo um comunicado da milícia Estado Islâmico, ele “fazia parte dos soldados do EI”. A facção terrorista, no entanto, não apresentou evidências que corroborem a suposta ligação com Chekatt.

*Com informações da Folhapress.

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *