Tocantins forma 1° Grupo de Intervenção Rápida dos Sistemas Penitenciário e Prisional

27 servidores se forma em Curso de Formação e compõem do 1º Grupo de Intervenção Rápida (GIR) que tem a incumbência de solucionar conflitos no interior dos estabelecimentos prisionais, aplicando os procedimentos e as técnicas adequadas, dentro da legalidade e do uso seletivo da força.

Uma mulher e 26 homens formam o 1º Grupo de Intervenção Rápida (GIR) dos Sistemas Penitenciário e Prisional do Estado do Tocantins, são 27 servidores fortes, resistentes e preparados para atuarem na solução de conflitos no interior dos estabelecimentos prisionais. A formatura da 1ª Turma Maurício Ferreira Guimarães do GIR aconteceu nesta tarde, 25, no auditório do Palácio Araguaia, em Palmas, após a finalização do Curso de Formação que durou 20 dias realizado em tempo integral.

O secretário da Casa Civil, Rolf Costa Vidal, representou o governador Mauro Carlesse durante a cerimônia de formatura e relembrou as conquistas dos servidores dos Sistemas Penitenciário e Prisional como a posse do cadastro de reserva, alteração de nomenclatura e pagamento de indenizações aos servidores do Sistema Penitenciário promovidas pelo atual Governo do Tocantins.

O agente de execução penal, Wanderson Silva Veras, foi reconhecido como aluno destaque, após ter as provas práticas e teóricas avaliadas pelos monitores do curso que o indicando para se tornar o Interventor Prisional 01 do Grupo de Intervenção Rápida do Tocantins (GIR). A agente de execução penal, Marileide de Sousa Silva, foi a única mulher a participar do Curso de Formação do GIR e após a formatura faz parte do 1º Grupo de Intervenção Rápida (GIR) do Estado do Tocantins.

O Curso de Formação do Grupo de Intervenção Rápida (GIR) iniciou no dia 6 de outubro, no Núcleo de Custódia e Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPP Palmas), na capital do Tocantins, com 44 pessoas. Após 20 dias de curso, 27 pessoas se formaram. Durante o curso, os servidores tiveram aulas de Técnicas Contra Emboscada, de Abordagem, Socorrismo Tático, Controle de Distúrbio, Noções de Inteligência, de Patrulha Rural, de Explosivos em Ambientes Prisionais e Noções de Utilização de Cães em Ambiente Prisional. Também foram abordados os Direitos Humanos, Lei de Execução Penal, Combate a Incêndio, Gerenciamento de Crise, Legislação Aplicada ao Agente de Execução Penal e Procedimento Administrativo Disciplinar entre outras.

*Com informações da Secom TO.

Fotos; Pedro Icaro/ Governo do Tocantins

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *