Após promessa de ministro caminhoneiros suspendem paralisação de 22 de julho

Dada como certa para as primeiras horas deste 22 de julho a paralisação dos caminhoneiros foi abortada, ou no mínimo adiada, para quarta-feira, 24 deste mês após ministro prometer suspender a tabela de preço mínimo de frete.

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, prometeu, neste domingo, 21/07, através de áudios em grupos de whatsApp dos caminhoneiros, a suspensão da resolução n° 5.849, de 16 de julho de 2019 da ANTT, que estabelece o preço mínimo do frete, até que se faça uma reavaliação da tabela e que seja ouvidos lideranças da categoria. O ministro chegou a admitir possíveis erros na tabela e os justificou “por sermos todos humanos”. Insatisfeitos com os valores da tabela, os caminhoneiros programavam uma paralisação total para as primeiras de 20 de julho para forçar o governo a rever a tabela.

Temendo as consequências na economia e o desgaste do governo com uma possível paralisação dos caminhoneiros, o ministro se antecipou em apresentar uma solução à categoria. Já na sexta-feira, dia 19/07, Tarcísio de Freitas havia dito que se reuniria com a categoria na semana seguinte, mas através de respostas a questionamentos de lideranças ele prometeu solicitar a Agência Nacional de Transportes Terrestres a suspensão da resolução e a agendar reunião com representantes do setor.

Segundo a norma, o cálculo do piso mínimo de frete levará em consideração o tipo de carga e serão aplicados dois coeficientes de custo: um envolvendo o custo de deslocamento (CCD) e, outro, de carga e descarga (CC), que levará em consideração o número de eixos carregados. A resolução determina ainda que será levada em consideração a distância percorrida pelo caminhoneiro.

Parte dos caminhoneiros não querem suspender a paralisação de 22/07, pois não acreditam que o governo atenda suas reivindicações, a não ser que a categoria pare.

 

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *