Novo ministro de Bolsonaro elogia Maia pela Previdência e diz que ‘ódio não constrói’

O novo ministro da Articulação do presidente Jair Bolsonaro (PSL), Luís Eduardo Ramos, fez um aceno ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) nesta sexta-feira (19). Recém empossado na Secretaria de Governo, Ramos não poupou elogios à Maia pela condução do processo na votação da reforma da Previdência.

“Eu queria fazer uma homenagem pública ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que como um capitão num mar revolto conseguiu conduzir esse barco da reforma da melhor maneira”, disse Ramos. Ele enfatizou que “ódio não constrói” e afirmou, ainda, que precisará dos presidentes da Câmara e do Senado para fazer seu trabalho.

O ministro assegurou a aprovação, em agosto, da reforma no Congresso Nacional. E disse que, depois deste passo, o país terá uma nova perspectiva de desenvolvimento. “A reforma da Previdência não é a solução para todos os problemas, mas ela faz parte, é a base para dar credibilidade a várias outras áreas, inclusive investidores estavam aguardando e já estão começando a acreditar que a coisa vai mudar.”

Ele falou sobre outra reforma importante ao país que é a tributária, e que precisa sair do papel. “Ela tem um impacto quase do mesmo nível com relação à recursos. O Brasil precisa dessa reforma, tem que ser feita”, ressaltou.

O general Ramos foi chefe do Comando Militar do Sudeste e assumiu a pasta no lugar do também general Santos Cruz, que deixou o cargo em junho.

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *