Messi se recusa a participar da festa do terceiro lugar: ‘Não temos que fazer parte dessa corrupção’

O argentino Lionel Messi bateu forte na Conmebol e na Copa América, após a vitória da Argentina por 2 x 1 em cima do Chile na disputa do terceiro lugar, neste sábado (6). O craque se recusou a receber a medalha de terceiro lugar, após ter sido expulso durante a partida.

O argentino se envolveu em uma confusão com o chileno Mendel e acabou tomando o vermelho do árbitro Mario Díaz de Vivar. Messi não participou da cerimônia de premiação aos jogadores argentinos para a entrega das medalhas de terceiro lugar.

O camisa 10 criticou muito a Conmebol e explicou sua decisão. “Não fui porque não temos que fazer parte dessa corrupção, essa falta de respeito que aconteceu durante toda essa Copa América”.

Sobre um eventual título da seleção brasileira, Messi também criticou. “Brasil campeão? Eu não acho que haja dúvida. Lamentavelmente acho que está armado para o Brasil. Tomara que os árbitros e o VAR não tenham nada a ver e que o Peru possa competir, porque tem time para fazê-lo. Mas vejo isso difícil”, disse.

“Muita bronca, muita bronca, porque creio que não merecia este cartão. Eu estava fazendo um bom jogo, estávamos em vantagem. Lamentavelmente, nós tivemos estas questões com os árbitros, que não nos deixaram ir jogar a final. Sou sincero”, completou.

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *