‘É incompleta’, diz Doria sobre reforma da Previdência sem estados e municípios

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), se manifestou nesta terça-feira (2) pela reinclusão dos estados e municípios na reforma da Previdência. Hoje, na leitura do voto complementar feita pelo relator Samuel Moreira (PSDB), os servidores de estados e municípios ficaram fora da proposta.

“Estamos assistindo ao vivo no Congresso a leitura da proposta da reforma. Ela não inclui estados e municípios, portanto é incompleta. Para ser completa e duradoura deve incluir. Acredito que pelo bom sendo e pelo espírito patriótico dos deputados por emenda deverão incluir”, afirmou o governador.

Em vídeo publicado no Twitter, Doria declarou, ainda, que “essa é a reforma que os brasileiros esperam e desejam”. “Sem influências eleitorais, sem egoísmos e sem colocações que não representam o real interesse do país que é uma reforma completa, ampla, com estados e municípios”, completou.

O relatório da Comissão Especial da Nova Previdência está sendo lido agora. Momento importante e decisivo p/ o BR. Estamos confiantes na sua aprovação. Fundamental reincluir na proposta estados e municípios. A reforma deve ser completa e não parcial p/ ser definitiva e duradoura.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, disse que mantém a expectativa de votar a reforma no Plenário na próxima semana e acredita que a reinclusão dos estados e municípios só vai ocorrer por destaque no Plenário. De acordo com ele, o que tem dificultado a participação dos governadores e dos prefeitos na reforma é a política local.

O presidente Jair Bolsonaro também se manifestou a favor da questão. Ele assegurou que a inclusão só depende de os “governadores do Nordeste e de esquerda votarem a favor”, mesmo que isso gere desgaste com suas bases de apoio.

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *