Flamengo faz seis no San José e volta a liderar na Libertadores

O começo de jogo do Flamengo contra o San José foi eletrizante: chance perdida por Arrascaeta no primeiro minuto, gol de Diego no segundo e expulsão do zagueiro boliviano Leonardo Toco logo depois, após fazer falta em Bruno Henrique na entrada da área. O roteiro parecia de goleada num Maracanã com mais de 60 mil presentes. E foi. Mas o time visitante dificultou, com Saucedo, que marcou após bobeada de Arão.

Os torcedores, impacientes, esboçaram algumas vaias, mas Everton Ribeiro, após rápido contra-ataque, botou o Flamengo de novo na frente, aos 30 minutos. O rubro-negro teve mais chances de balançar a rede do San José, mas foi para o vestiário com a vitória parcial e vaiado.

No segundo tempo, a equipe de Abel Braga voltou mais ligada, principalmente De Arrascaeta, que entrou na vaga do suspenso Gabigol – Bruno Henrique jogou de “falso 9”. O uruguaio, inclusive, marcou um belo gol aos 11 minutos. Após cruzamento de Everton Ribeiro, o meia dominou bonito e bateu firme, sem chances para o goleiro Carlos Lampe.

Aos 25 minutos, Abel promoveu uma mudança pouco usual: tirou Diego e botou Vitinho. Com a substituição, Arrascaeta fez a função de armador do time. A mudança ajudou, e o Fla chegou ao quarto gol: após levantada de Pará, Everton Ribeiro, um dos destaques da partida, fez o seu segundo, e o quarto do time da casa.

E teve tempo para mais. Aos 40, o árbitro chileno German Delfino marcou pênalti para o Flamengo. Vitinho chamou a responsabilidade e converteu. Antes do apito final, Gutiérrez fez contra e fechou a goleada rubro-negra.

Com o triunfo, o Flamengo chega a nove pontos e reassume a liderança do Grupo D, por conta do saldo de gols. Agora, a equipe se prepara para pegar o Vasco, domingo, pelo primeiro jogo da final do Estadual, no Nilton Santos, às 16h.

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *