Palmeiras vence o Júnior Barranquilla na estreia da Libertadores da América

A atuação pode não ter agradado os exigentes torcedores alviverdes, mas o Palmeirascomeçou a Libertadores da América com vitória. Jogando no estádio Metropolitano, o time de Luiz Felipe Scolari fez o necessário para derrotar o Junior Barranquilla por 2 a 0 na noite desta quarta-feira (6), e assumiu a liderança do grupo F da competição continental – no outro duelo da chave, Melgar e San Lorenzo ficaram no empate sem gols.

O jogo

O Palmeiras contou com o retorno de Gustavo Scarpa para a estreia da Libertadores da América. Recuperado de uma entorse no tornozelo esquerdo, o camisa 14 não demorou para fazer a diferença no confronto contra os colombianos. Aos 10 minutos, o meia foi acionado por Dudu dentro da área e tocou para o fundo da rede.

Atrás do placar, o Junior Barranquilla tentou responder e avançou suas linhas. No entanto, o time da casa encontrou dificuldades para furar a defesa alviverde e as poucas oportunidades que teve para finalizar saíram de bolas paradas. A melhor foi aos 22, com o goleiro Viera cobrando falta, que obrigou Weverton a fazer uma bela defesa.

Recuado em seu campo de defesa, o Palmeiras aguardava o momento para contra-atacar, o que não aconteceu na primeira etapa. Na volta do segundo tempo, o panorama do jogo seguiu o mesmo: donos da casa tentando pressionar e visitantes se defendendo.

Aos poucos, com as mudanças dos treinadores, o jogo ficou um pouco mais aberto e os goleiros voltaram a trabalhar. Aos 22, Hinestroza, que havia acabado de entrar, arriscou de longe e parou no goleiro do Palmeiras. Aos 29 foi a vez de Gustavo Scarpa bater de fora da área e levar perigo ao gol de Viera.

Na sequência, os colombianos ficaram com um jogador a menos. Gutiérrez, que já tinha cartão amarelo por conta de uma entrada forte em Marcos Rocha no primeiro tempo, voltou a cometer falta dura no campo de ataque, dessa vez em cima de Bruno Henrique e acabou sendo expulso, esfriando a busca pelo empate de sua equipe.

Com um a mais, o Palmeiras tentou ficar com a bola e controlar o jogo. Não conseguiu, mas também não sofreu. E aos 46 minutos, em um contra-ataque, o time de Luiz Felipe Scolari confirmou a vitória. Borja foi lançado no ataque, esperou a chegada de Marcos Rocha e passou para o lateral, que com categoria encobriu o goleiro e fez 2 a 0.

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *