Mais de 200 imigrantes invadem enclave espanhol de Ceuta

Pelo menos 7 agentes da Guarda Civil local ficaram feridos

Cerca de 200 imigrantes vindos de países da África Subsaariana atravessaram nesta quarta-feira (22) a cerca de arame farpado na fronteira que separa o enclave espanhol de Ceuta de Marrocos, deixando pelo menos sete agentes da Guarda Civil feridos.

De acordo com um porta-voz do governo local, os guardas foram atacados com ácido e sofreram pequenos ferimentos. O local da invasão é o mesmo que mais de 600 imigrantes utilizaram no dia 26 de julho para entrar na cidade. A ocasião foi marcada por conflitos violentos.

“Todo meu apoio às forças de segurança que estão enfrentando de forma exemplar o desafio migratório”, disse o presidente do governo, o socialista Pedro Sánchez, em sua conta no Twitter.

Segundo a Organização Internacional para as Migrações (OIM), até o momento, mais de 3 mil imigrantes já entraram no enclave. Ceuta e Melila são hoje as principais portas de entrada dos imigrantes clandestinos, em sua maioria homens da região subsaariana.

*Com informações da ANSA

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *